sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Grande alegria no Revitalizando Culturas: o doutorado da cineasta negra Cleuza Soares

Grande alegria no Revitalizando Culturas: o doutorado da cineasta negra Cleuza Soares


O coordenador do grupo de pesquisa, ensino e extensão Revitalizando Culturas - Prof Jaci Rocha Gonçalves se emociona pela participação da banca de doutorado de Cleuza Maria Soares.



Um momento de grande alegria no Revitalizando Culturas foi a participação do Professor Doutor Jaci Rocha Gonçalves na comissão examinadora para a qualificação de doutorado da cineasta e filósofa Cleuza Maria Soares com a proposta do tema Negra Soy! Negra Sim! Estética Decolonial no Cinema Nacional Contemporâneo no CCE da UFSC, sob a presidência de Claudia Junqueira de Lima Costa a banca formada pela Drª Susan Aparecida de Oliveira e o Dr. Jaci Rocha Gonçalves. Na área de Literatura, há alguns dias.


Jaci disse ainda que Cleuza Maria Soares é dessas mulheres guerreiras porque mãe de família, operária e ativista comunitária. Elas se dedicam a negar as negações sobre o seu povo negro que mora nos morros, onde ela também reside. Negra, ela tem enfrentado a temática já na sua conclusão da faculdade de Cinema e Audiovisual na UNISUL com o conhecido vídeo documentário Semeadura sobre a questão da política de inclusão e as cotas.


Desta vez mais do que fazer negações, Cleuza aponta caminhos de afirmação da riqueza das negritudes do Brasil a serviço de um novo momento por um Brasil mais ético porque menos desigual. “O convite de Cleuza me fez recordar todo um percurso de acadêmicos negros que têm freqüentado aqui a UNISUL Pedra Branca e que têm voltado para o meio de seu povo resolvidos a refazer histórias. São pessoas cujo diploma faz brotar um Brasil mais justo e mais responsável”, conta o professor Jaci.


Da esquerda para a direita, Professor Doutor Jaci Rocha Gonçalves, Doutoranda Cleuza Maria Soares e Prof Drª de Claudia Junqueira de Lima Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário