quarta-feira, 16 de agosto de 2017

O PROJETO DH E MEDIAÇÕES CULTURAIS DA UNISUL LEVA SOKHRATES A ALDEIA.

A visita ao Revitalizando Culturas pelo naturólogo Gustavo Lanza formado na Unisul e também profissional de Relações Internacionais, no dia 08 de agosto de 2017, fortaleceu  nosso olhar local sobre o indigenismo e suas necessidades para uma experiência de irradiação mundial.
O naturólogo nos convidou para reunião no dia seguinte na sala do Projeto AEIOU no campus Pedra Branca da Unisul. Tivemos a satisfação e a surpresa de conhecer o fundador Rosario Scuteri,  a equipe da Rede Social Sokhrates – Marta Esteban; Raxi Deaxmar e o gerente brasileiro Rodolpho Schlickmann.
Ficou clara a boa notícia de que Sokhrates  é uma inédita Rede Social que só existe para animação das causas solidárias com os seres humanos em situação de sofrimento, abandono, especialmente crianças e a solidariedade socioambiental. Quando Myriam Righetto falou de nossas lutas solidárias com os povos  indígenas e outros eles vibraram propondo-nos seu apoio. Era noite de 09 de agosto, por coincidência o Dia Internacional dos Povos Indígenas.
Nesse contexto de efeito-supresa e de emoção, agendou-se a visita ao povo Guarani no Centro Cultural Tataendy Rupá, junto da aldeia sagrada do Morro dos Cavalos, em 72 horas.


 Na tarde de sábado, 12 de agosto,  nossa equipe do Revitalizando Culturas e do Instituto Homo Serviens prof. Jaci Gonçalves, a voluntária Dra. Myriam Righetto, o contador voluntário Ivo Silva Junior , junto das alunas da Unisul Pedra Branca, Bianca Taranti, a assessora de Jornalismo aluna da 4º fase de Comunicação Social, Alexia Ferreira de Oliveira estagiária do Projeto Direitos Humanos e Mediações Culturais e Ana Luiza Sicari, voluntária do curso de Naturologia, visitou a aldeia Yyakã Porã na parte norte da Terra Indígena do Morro dos Cavalos.
Depois fomos ao Centro Cultural Tataendy Rupá e mediamos o prometido Encontro Internacional da Rede Social Sokhrates com o povo guarani-mbyá coordenados por Marcos Karaí, Presidente da Organização do Indígenas Guarani de todo Brasil e a jovem cacique Elizete Antunes.
Na serena roda de conversa, tivemos a alegria de ver reafirmada a proposta da Rede Social Sokhrates como investimento em favor de missões biocráticas como  costumamos chamar no Revitalizando Cultural, ou seja, de cuidados essenciais com a defesa da vida humana e outras expressões de vida.
Sarah Orviedo, indígena ex- vice-presidente da ONU no tratamento da questão indígena internacional especialmente crianças confirmou a importância do espírito Sokhrates em acreditar na força do post feito pelos usuários nesta Rede Social semelhante ao Facebook. Em cada clique, o usuário estará investindo em todas essas obras porque 70% ficarão para este investimento e apenas 30% ficarão para a sociedade e também para os gastos da empresa.
Além de firmar com os Guarani um apoio imediato para o enfrentamento com todos os povos originários do Brasil participando da pressão moral sobre o supremo STF – Supremo Tribunal Federal na questão urgentíssima do Não ao Marcotemporal, também tivemos a alegria de ver confirmada a aliança para que no mais tardar em fevereiro de 2018 tenhamos o 2º Congresso Internacional Revitalizando Culturas sobre Indigenísmo no 10º aniversário da Declaração da ONU sobre os Direitos dos Povos Indígenas e os 70 anos dos Direitos Humanos.



Texto – Alexia Ferreira de Oliveira e Bianca Taranti
Supervisão – Prof. Dr. Jaci Rocha Gonçalves



Nenhum comentário:

Postar um comentário