quinta-feira, 13 de julho de 2017

Nota 10 para o 10° Unidiversidade

‘Diálogos Culturais’ estréia sobre África

Foram intensos 20 dias da 10ª versão do UniDiversidade nos campi Unisul Presencial Norte e UnisulVirtual.
Sob a provocação temática do slogan ‘Diferença é riqueza. Desigualdade é miséria’, o debate inaugural foi com o mestre e jornalista Pedro Santos, professor da UNISUL que deu a largada em Diálogos Culturais, sessão permanente de discussões sobre a diferença como riqueza, tematizando a África: educação e culturas.

O sociólogo africano mostrou várias contribuições científicas africanas à humanidade – desde as sabedorias de convivência no deserto às soluções para viagens interplanetárias na NASA por cientistas africanos. As reflexões surpreenderam os presentes.

A íntegra do debate com Santos está editada pela equipe UnisulVirtual no link http://webconferencia.unisul.br/g/174/46ead33922e3464a2a82a38145fdd01728d8bef1-1498163821370. O serviço ocorreu graças aos esforços unidos do Projeto Direitos humanos e Mediações Culturais, do Campus Norte, coordenado pelo Prof. Dr Jaci Rocha Gonçalves, Profa. Dra. Darlene Moraes e Profa. Dra. Danielle Espezim e o Programa “Unisul Mais Cidadania” do campus UnisulVirtual, coordenado pelo Prof. Ms. Carlos Euclides Marques.
Alguns dos participantes da estréia de 
DIÁLOGOS CULTURAIS no 10º UniDiversidade. 

Além de acadêmicos e professores de vários cursos da Unisul, aproveitaram desta temática transversal acadêmicos da Faculdade Municipal de Palhoça que preparam sua extensão em Guiné Bissau, na África, com outras pessoas da comunidade palhocense.






 
Jaci Gonçalves, Arthur Emmanuel Silveira, Pedro Santos e Carlos Euclides Marques (da esquerda para a direita), após a estreia de Diálogos Culturais no 10º UniDiversidade. 


TEXTO: William de Souza Ávila, voluntário Art. 170, acadêmico de Direito.
FOTOS: Alexia Oliveira, acadêmico de Naturologia.
SUPERVISÃO: Jaci Rocha Gonçalves, coordenador do Revitalizando Culturas.

2 comentários: